Veterinário informa: vai sair com seu cachorro? 5 cuidados na quarentena

Já estamos há vários dias em quarentena e pouco a pouco vamos ajustando a nossa rotina às limitações e complicações que ficar em casa em isolamento social nos trás. Mas uma parte da rotina, especialmente para o cachorro, é complexa: a hora de passear para fazer xixi ou cocô. Como veterinário quero te passar algumas dicas.

Em outro post falei sobre atividades que podemos fazer com os nossos pets em casa durante a quarentena.

Mesmo não tendo um problema veterinário, tem cachorro que não conseguem fazer xixi ou cocô em casa, precisando o tutor sair de casa para levá-los para a rua. Por isso nesse momento de quarentena é necessário alguns cuidados adicionais para esse momento de exposição não coloque a sua saúde e de seus familiares em risco.

Em Londrina existe um decreto que estabelece medidas de proteção à saúde das pessoas durante a pandemia. Ele explica como deve ser os cuidados de quem precisa sair de casa, como é o caso de quando precisamos sair com nossos cachorros.

Se precisar de veterinário a domicílio em Londrina, Cambé ou Ibiporã ligue para nós no (43)3354-2600 ou (43)98857-7434 (whatsapp). Se preferir clique nos botões abaixo:

Agende pelo Whatsapp

Agende pelo Telefone

Estes são os principais cuidados que você não pode esquecer:

Só saia de casa se realmente precisar (como uma ida ao veterinário)

Só saia de casa se o seu cachorro não conseguir mesmo fazer xixi e cocô em casa. Se ele consegue fazer no jardim, na área de serviço ou outro espaço dentro da sua casa, adeque o espaço e a rotina dele para incentivar isso. Assim, caso tenha dúvidas de como fazer, consulte um veterinário. Assim é menor o risco de acabar se expondo ao vírus.

As pessoas dos grupos de risco, como idosos e pessoas com doenças crônicas ou respiratórias preexistentes devem ficar em casa. Se possível, solicite a familiares, amigos ou vizinhos que lhe ajudem com o momento da saída de casa do seu cachorro.

É uma saída curta com seu cachorro, não um passeio

O coronavírus é um vírus que é transmitido nas ruas principalmente pelo contato da saliva de alguém contaminado com as mãos da pessoa, que em seguida toca os olhos, nariz ou boca.

A melhor prevenção durante a saída com seu cachorro é ficar o menor tempo possível na rua. Fique fora de sua casa apenas o estritamente necessário para o seu pet fazer xixi ou cocô.

Saia de casa de máscara. Se não tiver uma, faça a sua!

Na hora de levar seu cachorro para sair de casa use uma máscara, pode ser uma comprada ou uma feita em casa. Em Londrina,  o art. 10 do Decreto 361/2020 recomenda que toda a população use máscaras de proteção. O único cuidado que tem que ter com as mascaras caseira é, depois de usar, lavar e passar ferro. Dá para usar assim várias vezes e você fica protegido.

Apesar de várias imagens da China mostrem cachorros usando máscaras, não há recomendação ou informe veterinário para seu uso. Cachorro não precisa de máscara.

Muitas pessoas estão argumentando que não adianta usar máscara feita em casa para se proteger quando temos que sair de casa. Mas isso não é verdade. A máscara cirúrgica, que deve ser usada apenas por profissionais de saúde, protege em 80% contra gotículas de saliva que a atinjam. Já a máscara caseira protege em 50%. Já não usar nenhuma máscara protege em 0%. Usar máscara aumenta em muito sua proteção contra o coronavírus.

Esse vídeo é um exemplo dos vários que existem no YouTube que ensinam fazer:

Mantenha uma distância de 2 metros das outras pessoas.

Ao caminhar com seu cachorro mantenha uma distância mínima de 2 metros entre vocês e as outras pessoas. Isso protege vocês contra as gotículas de um espirro contaminado.

Se o seu cachorro interagir com outro dog na rua, mantenha a distância de 2 metros entre você e o tutor do outro cachorro.

Cuidados na volta para casa com seu cachorro, cuidado humano e veterinário

Depois de prestar tanta atenção da saída do seu cachorro, já dá pra cansar. Mas a volta é tão importante quanto a saída em si. Troque de roupa, lave as mãos, higienize os itens que levou na saída, como celular, chaves,  etc.

No aspecto veterinário e de saúde geral do pet, mantenha os itens dele como guia, focinheira e brinquedos sempre limpos. Um post da Prefeitura de Londrina resume o que é importante fazer.

Limpe as patinhas do seu cachorro na volta. Se precisar dê um banho.

Como falamos eu outro post, o coronavírus não passa dos pets para a gente, nem o inverso. Não há risco veterinário para o seu cachorro. Mas, se uma pessoa com coronavírus espirrar no pelo do seu cachorro ou se ele pisar em algum fluido corporal de uma pessoa doente há uma pequena possibilidade dele carregar essa partícula para sua casa quando voltar da saída para a rua.

Na via das dúvidas, lave as patinhas do seu cachorro na volta do passeio. E, se alguém falou ou espirrou próximo dele, dê um banho no dog.

São alguns cuidados que parecem complexos, mas se bem pensados e organizados, é possível integrar na nossa rotina de cuidado do nosso pet.

Fique em casa, proteja a você e a sua família humana e pet. Abraço!

Se precisar de veterinário a domicílio em Londrina, Cambé ou Ibiporã ligue para nós no (43)3354-2600 ou (43)98857-7434 (whatsapp). Se preferir clique nos botões abaixo:

Agende pelo Whatsapp

Agende pelo Telefone

Dra Vanessa Okamura

Dra Vanessa Okamura

Eu sou médica veterinária, CRMV-PR 16.455, com foco em atenção domiciliar de animais de companhia. Sou Graduada e mestranda em Clínicas Médicas pela Universidade Estadual de Londrina-UEL.